5 dicas e exemplos de currículos em vídeo para você criar o seu

28 Flares Twitter 0 Facebook 13 Google+ 1 Pin It Share 0 LinkedIn 14 Email -- 28 Flares ×
No atual mercado de trabalho altamente competitivo, se destacar de maneira eficiente e positiva pode fazer toda a diferença na hora de ser contratado. Uma boa saída são os currículos em vídeo que transformam o tradicional feito em papel parecer coisa do passado. Porém muito cuidado quando for produzi-lo, pois você pode chamar uma atenção desnecessária e acabar virando motivo de piadas. Abaixo confira 5 exemplos e 5 dicas que irão auxiliá-lo:
1. Certifique se é apropriado esse formato
Não basta criar um currículo em vídeo super produzido, destacando suas qualidades mais importantes e habilidades de edição. A vaga “pede” um currículo assim? Empresas mais tradicionais podem considerá-lo inadequado aos padrões que possui. Um formado de currículo em vídeo pode ser aplicado em vagas como mídias sociais, jornalismo esportivo ou mídia digital em geral. Certifique-se que esse formato inovador é o mais adequado para se candidatar.
2. Não basta apenas ler o currículo em frente da câmera
Não basta ligar a câmera e ler o currículo em frente dela. É preciso e possível nesse formato demonstrar muito mais do que isso, exibindo certa flexibilidade de apresentação, poder de síntese e rapidez de raciocínio, já que ficar travando e engasgando nunca é bom e nem agradável para os recrutadores. Treine o discurso constantemente em voz alta para alcançar uma boa dicção.
3. Não crie um vídeo longo e nem curto demais
O ideal seria algo em torno de 1 e 2 minutos, nada além e nada inferior a isso. Currículos em vídeo podem ser usados como diferenciais iniciais em uma pré-seleção, mas com certeza a hora da entrevista é o grande diferencial. Faça um vídeo que dê destaque para suas principais qualidades, mas não se esqueça das informações mais relevantes sobre você para o recrutador.
4. Não tenha medo de ser criativo
Não tenha medo de extrapolar em alguns pontos, claro se a vaga assim o permitir. Talvez um pouco de humor e demonstração de habilidades na hora da edição o ajudem muito. Tudo varia conforma a empresa e o tipo de vaga na qual você está se candidatando. Entretanto, mantenha-se de maneira profissional. Criatividade não significa se vestir de qualquer jeito ou falar de maneira errada. Tenha uma postura como se fosse a uma entrevista real.
5. Teste o seu currículo
Caso seu currículo em vídeo seja visto pelos seus amigos e familiares, como você reagiria? Se for de uma maneira ruim, como você vai enviar para uma empresa? Tenha em mente que esse clip pode vir a ser um sucesso e muitas críticas e elogios irão aparecer. Se estiver preparado, tudo bem. Se não estiver, nem pense em mandar nada.
Por Cleyton Carlos Torres, jornalista e blogueiro. Com informações do Mashable.

Jornalista e blogueiro. Pós-graduado em assessoria de imprensa, gestão da comunicação e marketing e pós-graduado em política e sociedade no Brasil contemporâneo.

Deixe uma resposta

Cadastre-se em nossa newsletter

  • Receba dicas diretamente no seu e-mail
  • Fique por dentro das novidades do blog
  • Seu e-mail nunca será compartilhado com terceiros